Maneiras de reduzir o desmatamento e reparar os danos

Em dezembro de 2007, a Conferência da Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas foi realizada em Bali, Indonésia. Depois de 10 dias de intensas discussões, mais de 180 países fecharam acordo quanto ao Bali Roadmap ou Acordo de Bali. O acordo, que é considerado uma revisão do Protocolo de Kyoto, norteará os países signatários em seus esforços de redução de emissões e pretende conduzir a um acordo compulsório durante a conferência de cúpula das Nações Unidas na Dinamarca, em 2009 [fonte: Harris e ICTSD]. Os Estados Unidos e a China inicialmente não concordaram com reduções compulsórias, porque desejam que os países estabeleçam metas próprias, mas terminaram por ceder [fonte: USA Today].

Desmatamento
@iStockphoto.com
A formas de amenizar
essas tristes imagens

O plano inclui medidas específicas para reduzir o desmatamento -- nas florestas tropicais especialmente. Muitos países em desenvolvimento dependem economicamente de suas florestas, e argumentam que deveriam poder usar sua terra como preferirem. Em resposta, o plano investigará sistemas que recompensarão financeiramente os países que reduzirem suas emissões por uma certa porcentagem (que ainda não foi definida). Mesmo essa proposta enfrenta controvérsias, no entanto. Porque os países com um índice mais elevado de desmatamento receberão mais créditos compensatórios, muitos críticos temem que as nações acelerem seu corte de árvores a fim de elevar seu índice de referência [fonte: Tickell].

Além da ONU, existem dezenas de organizações sem fins lucrativos trabalhando no combate e na busca de alternativas sustentáveis ao desmatamento. Algumas das mais conhecidas são:

  • Conservation International -- ensina agricultores locais a maximizar o uso de sua terra existente, em lugar de desmatar novas áreas 
  • World Wildlife Fund -- trabalha para definir políticas públicas e forma alianças com comunidades para preservar florestas 
  • Rainforest Action Network -- usa campanhas publicitárias agressivas para chamar a atenção quanto à situação das florestas tropicais 
  • Environmental Defense Fund -- defende projetos de lei que ofereçam incentivos financeiros a proprietários de terra (como  os fazendeiros) adeptos de práticas de conservação da terra 
  • Sierra Club -- trabalha para proteger e restaurar as florestas dos Estados Unidos
  • Amazon Watch -- defende os direitos dos povos indígenas e de comunidades que têm de enfrentar o desenvolvimento industrial 
  • Nature Conservancy -- desenvolveu diversas iniciativas de promoção da conservação 

Além dessas organizações governamentais que têm braços no Brasil, mas que são essencialmente internacionais, há importantes ongs, com ou sem financiamento internacional, que trabalham no Brasil.

Será que temos de fato a capacidade de salvar as florestas? Quando as árvores se forem, é possível restaurar a terra? A maioria das áreas desmatadas, se intocadas, terminam por se regenerar de modo fértil. Podemos certamente plantar mais árvores -- um processo conhecido como reflorestamento. De fato, muitas organizações sem fins lucrativos surgiram para apoiar o reflorestamento. Por exemplo, o Carbonfund.org opera hoje no reflorestamento de áreas como a Nicaragua e  o Estado da Lousiana [fonte: Carbonfund.org].

Enquanto isso, novos movimentos de proteção florestal surgiram nos últimos anos, entre eles:

  • Exploração ecoflorestal ou exploração sustentável da floresta - Apenas árvores cuidadosamente selecionadas são cortadas, e transportadas com danos mínimos para a área. O ecossistema da floresta é preservada mas a extração comercial de madeira continua possível. Veja mais detalhes em outro artigo do ComoTudoFunciona, clicando aqui.
  • Negócios ecológicos - Papel reciclado, produtos de madeireiros, artesanato local, alternativas à madeira. É baseado no consumo consciente.
  • Planejamento do uso da terra -- defende técnicas de desenvolvimento benéficas ao meio ambiente, como a redução das áreas urbanas e suburbanas.
  • Exploração florestal comunitária -- cidadãos envolvidos se unem para administrar e participar da conservação e sustentabilidade de suas florestas locais.  [fonte: Forests.org]

Para mais informações sobre desflorestamento e tópicos relacionados, siga os links da próxima página

Morcegos podem salvar a floresta tropical?

Um fato pouco conhecido: os morcegos polinizam, como as abelhas ou borboletas. Comem frutas ou néctar, o que os torna excelentes veículos para dispersar sementes e polinizar florestas em uma área ampla. Ao construir ninhos artificiais de morcegos em áreas desmatadas, pesquisadores esperam que os morcegos dispersem sementes e ajudem a reflorestar áreas. Um recente estudo desses ninhos, na América Latina, mostrou a dispersão de  60 tipos diferentes de sementes. [fonte: Science Daily].