O que é ozônio?

Autor: 
Craig Freudenrich, Ph.D.

Ozônio é uma molécula formada por três átomos de oxigênio (O3). Ele é instável e altamente reativo. O ozônio é utilizado como branqueador, agente desodorizante e agente esterilizante para ar e água potável. Ele é tóxico.

O ozônio é encontrado naturalmente em pequenas concentrações na estratosfera, uma camada superior da atmosfera terrestre. Nessa atmosfera superior, o ozônio é formado quando a luz ultravioleta do sol divide uma molécula de oxigênio (O2), formando dois átomos de oxigênio. Cada átomo de oxigênio une-se a uma molécula para formar o ozônio. O ozônio da estratosfera protege a superfície terrestre da luz ultravioleta, que é perigosa.


Foto cortesia de NIEHS/NIH
Produção de ozônio a partir de poluentes NOx: os átomos de oxigênio liberados do dióxido de nitrogênio, pela ação da luz solar, atacam as moléculas de oxigênio e formam ozônio. O óxido de nitrogênio pode combinar-se novamente com ozônio para formar dióxido de nitrogênio, e o ciclo se repete.

O ozônio também pode ser encontrado na troposfera, a camada mais baixa da atmosfera. O ozônio da troposfera é produzido pelo homem, como o resultado da poluição do ar de motores de combustão interna e usinas geradoras de energia. O escapamento dos automóveis e as emissões industriais liberam uma gama de gases de óxido nitroso (NOx) e compostos orgânicos voláteis (VOC), subprodutos da queima de gasolina e carvão. O NOx e o VOC combinam-se quimicamente com o oxigênio para formar ozônio durante dias ensolarados de altas temperaturas no final da primavera, verão e começo do outono. Geralmente, os altos níveis de ozônio são formados no calor da tarde e começo da noite, dissipando-se durante as noites mais frias.


Foto cortesia NASA
Mudanças climáticas sazonais no ozônio da troposfera no mundo todo: o ozônio da troposfera aumenta durante o verão nos hemisférios norte e sul quando o clima está quente. O maior índice de ozônio da troposfera pode ser observado durante o verão no hemisfério norte.

Embora a poluição por ozônio seja formada principalmente nas áreas urbanas e suburbanas, ela também espalha-se pelas áreas rurais, carregada pelo vento ou formada pelos carros e caminhões que trafegam nestas áreas. Podem ser detectados níveis significativos de ozônio em áreas rurais a uma distância de 150 km das zonas industriais urbanas.


Foto cortesia NIEHS/NIH
A poluição por ozônio pode mover-se das áreas urbanas para as rurais

Faça seu próprio detector de ozônio
Você pode fazer tiras de teste de ozônio para detectar e monitorar os níveis de ozônio em seu quintal ou nas vizinhanças de sua escola. Você vai precisar de:
  • amido de milho
  • filtro de papel (os filtros de café funcionam bem)
  • iodeto de potássio

Basicamente, você fará uma pasta de água, amido de milho e iodeto de potássio e usará essa pasta para pintar tiras de filtro de papel. As tiras deverão ficar expostas ao ar durante oito horas. O ozônio do ar reagirá com o iodeto de potássio alterando a cor da tira. Você poderá fazer a leitura da concentração de ozônio comparando com a tabela disponível neste site (em inglês). Você também precisará saber a umidade relativa do ar, que pode ser obtida no jornal, boletins do tempo ou estações caseiras.